Espada do Espirito, a arma poderosa disponibilizada por Deus

Espada do Espirito

Compartilhe Esse Estudo!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

A Espada do Espirito é uma arma de ataque e defesa, diferente dos primeiros cinco itens da Armadura de Deus que são peças exclusivamente defensivas.

Por que uma arma de ataque seria listada com as outras peças da armadura? O que um cristão deve fazer com a espada do Espírito?

Características de uma Espada Romana

Design sem nome 19 - Espada do Espirito, a arma poderosa disponibilizada por Deus

A espada usada pelos soldados romanos era uma espada curta conhecida como gládio; e nas mãos de um homem habilidoso, era uma arma muito eficaz. Na verdade, ficou conhecida como a espada que conquistou o mundo.

Era afiada em ambos os lados, tornando-a uma arma extremamente letal contra os  inimigos

Normalmente com cerca de 50 a 80 centímetros de comprimento, o gládio não era uma espada longa como as de estilo medieval.

Esta espada romana era leve, curta e projetada para ser manejada facilmente com uma mão enquanto a outra segurava o escudo. Seu tamanho facilitava o manejo de perto, e suas bordas afiadas a tornavam uma ameaça para qualquer inimigo que se aproximasse demais.

A palavra de Deus é comparada a uma espada de combate

Paulo define a Espada do Espírito como a “palavra de Deus” (Efésios 6:17). Este não é o único lugar, onde os escritos bíblicos são descritos como uma espada.

O autor de Hebreus também faz referência a isso: “Porque a palavra de Deus é viva e poderosa, e mais afiada do que qualquer espada de dois gumes, perfurando até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medula, apta a discernir pensamentos e intenções do coração. E não há criatura oculta à sua vista, mas todas as coisas estão nuas e à vista daquele a quem devemos prestar contas” (Hebreus 4: 12-13).

A Palavra de Deus é ainda mais afiada do que a espada romana. É capaz de perfurar os níveis mais profundos do coração, e da atitude de uma pessoa, e também é uma ferramenta de discernimento nas mãos de um usuário habilidoso.

A Espada do Espírito ajuda em nossa defesa

“Então Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo. E depois de ter jejuado quarenta dias e quarenta noites, teve fome. Agora, quando o tentador se aproximou dele, disse: ‘Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães” (Mateus 4: 1-3).

Satanás sabia muito bem que Jesus Cristo era o Filho de Deus, mas ele habilidosamente ataca dizendo: “Se tu és o Filho de Deus”. Ele queria tirar Jesus Cristo da dependência do Pai e da compreensão de que Ele estava lá para fazer a vontade do Pai.

Satanás tentou se aproveitar da fome física (muito real) de Cristo, mas Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus’ (versículo 4). Esta é uma citação de Deuteronômio 8: 3 e mostra onde realmente estavam as prioridades de Jesus Cristo.

A Palavra de Deus nos capacita a rebater os ataques do inimigo

Design sem nome 20 - Espada do Espirito, a arma poderosa disponibilizada por Deus

Satanás continuou o ataque: “Então o diabo o levou para a cidade santa, colocou-o no pináculo do templo e disse-lhe: ‘Se tu és o Filho de Deus, lança-te no chão. Pois está escrito: “Ele dará ordem aos anjos sobre ti,” e, “Nas suas mãos eles te sustentarão, para que não tropeces numa pedra” ‘(versículos 5-6).

Esta é uma citação incompleta do Salmo 91:11-12 . Satanás omite um pensamento muito importante. Aqui está o versículo 11 com a parte que falta em itálico: “Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos” (Salmo 91:11).

A ideia transmitida é que Deus enviará anjos para proteção quando necessário, não que você deve se jogar de grandes alturas apenas para ver se Deus o salvará.

Jesus percebeu essa tática e respondeu a Satanás: “Está escrito novamente: ‘Não tentareis o Senhor vosso Deus’” (Mateus 4: 7; citado de Deuteronômio 6:16 ).

É muito importante está atento a qualquer pessoa que faça citações da Bíblia fora do contexto. Para manejar adequadamente a Espada do Espírito, devemos estudar a Bíblia cuidadosamente.

A Palavra de Deus estabelece os padrões

Satanás fez uma última tentativa: “Novamente, o diabo o levou a um monte muito alto e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e sua glória. E disse-lhe: ‘Tudo isto te darei, se te prostrares e me adorares’ (Mateus 4: 8-9).

Era uma cilada. O objetivo de todos esses ataques era fazer com que Jesus adorasse Satanás em vez de Deus – e em troca dessa adoração, Satanás estava oferecendo “todos os reinos do mundo”.

Jesus veio à terra para se oferecer em sacrifício pelos pecados do mundo, destruindo para sempre o poder de Satanás sobre o mundo (Hebreus 2:14). Satanás estava oferecendo um atalho – “Adore-me”, ele estava dizendo, “e eu te darei o mundo”.

Voltando-se mais uma vez às Escrituras, Jesus respondeu: “Fora com você, Satanás! Pois está escrito: “Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás” (versículo 10; citado de Deuteronômio 6:13 ).

O Senhor usou a Palavra para frustrar os planos de Satanás de minar os propósitos que Deus tinha para cumpria através de vida de Jesus. Em cada caso, Jesus habilmente usou um conhecimento profundo das Escrituras para neutralizar os ataques de satanás.

O que atacamos com a espada do Espírito?

Vimos, pelo exemplo de Jesus Cristo, que o inimigo do cristão é Satanás, o diabo, que tenta nos desviar dos propósitos de Deus. (ver também 1 Pedro 5: 8-9).

O apóstolo Paulo usou uma analogia militar quando falou sobre a luta cristã. Ele descreveu pensamentos e atitudes que devemos ter para derrotar satanás, assim como um soldado usaria suas armas para derrotar o inimigo.

Sendo assim, precisamos usar a Palavra de Deus para discernir aqueles pensamentos e atitudes que são contrários a vontade de Deus.

Essa é a nossa luta, e é assim que usamos a arma ofensiva em nossa armadura espiritual.  “Pois, embora andemos na carne, não guerreamos segundo a carne. Pois as armas da nossa luta não são carnais, mas poderosas em Deus para destruir fortalezas, derrubar argumentos e toda altivez que se exalta contra o conhecimento de Deus, levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (2 Coríntios 10: 3-5).

Nossos alvos são espirituais. Esses são os inimigos que devemos derrotar no campo de batalha. É preciso usar a Palavra de Deus para discernir pensamentos e atitudes que são contrários ao caminho de Deus e usar essa espada para levar nossas próprias atitudes e pensamentos a obediência a cristo. É assim que usamos a espada do Espírito.

Como treinar com a espada do Espírito

Design sem nome 21 - Espada do Espirito, a arma poderosa disponibilizada por Deus

O desejo de se tornar conhecedor da Palavra de Deus – habilidoso no uso da espada – tem que vir de dentro. Você precisa entender o quanto isso é valioso e desejar ter essa habilidade.

Observe a atitude demonstrada pelo salmista quando se trata da Palavra de Deus:

“Refrei os meus pés de todo mau caminho, para guardar a tua palavra. Não me afastei dos Seus julgamentos, pois você mesmo me ensinou. Quão doces são as tuas palavras para o meu paladar, mais doces do que o mel para a minha boca! Através dos Teus preceitos, consigo entendimento; portanto, odeio todo caminho falso” (Salmo 119: 101-104).

Esta é a atitude e abordagem da Palavra de Deus que pode formar um grande guerreiro espiritual. O salmista nos mostra as atitudes de que um bom soldado precisa: aversão ao mal, amor pela Palavra de Deus e um desejo contínuo de compreender e obedecer a Seus mandamentos – Seu modo de vida.

Só podemos usar a Palavra de Deus para repelir os ataques de Satanás, se estivermos intimamente familiarizados com ela. Quanto mais nos dedicamos a estudar e viver nossas vidas de acordo com os ensinamentos da Palavra, melhor estaremos no manejo da Espada do Espírito.

Lei Também:

Escudo da Fé 

Capacete da Salvação 

 

 

Compartilhe Esse Estudo!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Leia Mais Aqui:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.